04 julho 2011

Ou param a suspensão da Linha Porto-Vigo ou suspendem também Lisboa Irún-Madrid!

Face ao anúncio da CP de encerramento da Linha Porto-Vigo a partir do próximo domingo, vem o Movimento pró-Partido do Norte (MPN) protestar contra mais esta arbitrariedade absurda dirigida em especial contra o Norte, a sua economia e a sua mobilidade social, com a agravante de ser uma medida que boicota a relação transfronteiriça interna à Euro-região legalmente consagrada Galiza Norte de Portugal.
De notar que o poder centralista toma tal medida, depois de boicotar a construção de uma nova linha Porto-Vigo de velocidade elevada e quando o Norte litoral se mantém como a única região do país a quem continua a ser extorquido o pagamento de portagens nas ex-SCUT, já por si um acto que prejudica profundamente a economia nortenha nomeadamente no sector turístico.
De notar ainda que do Relatório e Contas de 2010, retira-se que ao contrário do decréscimo geral da procura da CP Regional, no eixo Porto-Vigo, de 2009 para 2010, houve um aumento geral de passageiros de 3,5% enquanto o ratio passageiros-quilómetro subiu 4,5%.
Mais chocante e esclarecedor ainda é a comparação com os resultados da Lisboa Irun/Madrid: enquanto que na linha que sai de Lisboa o aumento de passageiros é menor (apenas 3%), o aumento do ratio passageiro quilómetro é muito menor (apenas 0,5%), sendo que enquanto no modestíssimo Porto-Vigo a “variação de proveitos” foi de 8% no luxuoso Lisboa Irun/Madrid foi apenas de 6,4%.
O MPN exorta o governo a suspender imediatamente tal medida de liquidação do eixo Porto-Vigo e a preparar a imediata regionalização da CP com base na CCRN. Caso considere que tal crime é justificável pela situação financeira a que o centralismo levou o país, exige que seja imediata e simultaneamente suspenso o Eixo Lisboa Irun/Madrid, com resultados muito mais negativos e custosos para o país, ainda por cima resultado das mordomias ferroviárias lisboetas nas suas luxuosas carruagens Talgo.
Conhecendo o proverbial silêncio dos deputados eleitos pelos círculos do Norte, o  MPN exorta todos os autarcas e todos os nortenhos a manifestarem-se de todas as formas contra mais esta prepotência e discriminação, exigindo ao mesmo tempo a abolição das portagens nas SCUT do Norte, enquanto for o Norte o único a pagá-las.

Porto, 4 de Julho de 2011-07-04
A Comissão Executiva do MPN

3 comentários:

  1. Caríssimos Nortenhos,

    Nesta figura também está mal a RENFE, responsável pela operação entre Tui e Vigo, e o governo regional Galego, que estão sempre a bramar pela ligação Porto Vigo em Alta-Velocidade e desprezam a linha actual que existe e funciona e está apta a 120 e 140 km/h.
    A CP não tem o dever de sustentar operações deficitárias na Galiza, por muito estratégico que seja, os Galegos que se "cheguem à frente" e assumam a sua parte nas despesas.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, segundo o que li da imprensa de hoje, governo e deputados estão de "olhos fechados" á situação, dando a impressão que apoiam a decisão da CP, está na hora de nos unirmos e protestar, foi criado por mim e espero agora por parceiros, um movimento na rede social facebook, que tem por objectivo um ajuntamento de pessoas, para assim elaborar variadas formas de protesto, espero que, depois deste comentário possamos contar com mais apoiantes, aqui fica o link:

    http://www.facebook.com/pages/Movimento-contra-o-encerramento-da-liga%C3%A7%C3%A3o-da-linha-do-Minho-a-Vigo/142465342496062

    ResponderEliminar
  3. Boas!

    Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

    Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    Saudosos cumprimentos!

    ResponderEliminar